Que droga é essa? O cheirinho da loló

O cheirinho da loló também conhecido apenas como loló é um preparado à base de éter + clorofórmio, usado apenas para fins de abuso. Seu uso se populariza muito durante a época do Carnaval, por se tratar de um produto caseiro semelhante ao lança perfume, o qual é proibido no Brasil desde os anos 60.

O loló é uma droga classificada como um inalante volátil. Desta classe também fazem parte esmaltes, tintas, thinners, gasolina, querosene, vernizes, cola de sapateiro, acetona, benzina, o próprio lança perfume, entre outros. Os inalantes voláteis são considerados as drogas mais consumidas entre adolescentes moradores de rua, mas de modo algum são de uso restrito dos estratos sociais mais pobres.

Modo de Uso

Normalmente, os inalantes são colocados num recipiente ou num pano (às vezes na própria camisa) e são cheirados através do nariz ou inalados profundamente através da boca. A absorção destas substâncias voláteis é rápida em função da alta vascularização do pulmão, o que faz com que a substância caia rapidamente na corrente sanguínea e vá direto ao coração e cérebro, sem passar pelo fígado antes.

Lolo

Efeitos dos Inalantes

1ª Fase: poucos segundos após a inalação da substância ocorre euforia, excitação, além de tonturas e perturbações auditivas e visuais.

2ª Fase: a diminuição da atividade do cérebro começa a predominar com confusão, desorientação, fala pastosa, embaçamento visual, perda do autocontrole, dor de cabeça, palidez, alucinações visuais e auditivas. Nesta fase o indivíduo pode apresentar comportamentos de risco variados por estar comprometida sua capacidade de julgamento e crítica.

3ª Fase: redução acentuada do alerta, a pessoa não consegue mais fixar os olhos nos objetos, incoordenação motora e reflexos deprimidos. Já podem ocorrer evidentes processos alucinatórios.

4ª Fase: pode chegar à inconsciência, hipotensão, episódios convulsivos, também podendo levar ao coma e morte, principalmente quando em razão da forte intoxicação os indivíduos não conseguem afastar a substância do nariz.

Riscos

Além dos riscos já mencionados acima, há risco de morte súbita em razão da típica arritmia cardíaca, traumatismo cranioencefálico decorrente de quedas, asfixia, aspiração de vômito, entre outros. Sem contar as complicações neurológicas variadas, como atrofia cerebral, redução de QI, além de problemas hepáticos e renais decorrentes do consumo frequente destas substâncias.

Os riscos da droga são muito aumentados quando se faz uso de álcool concomitante. Isso ocorre em razão da associação de duas drogas depressoras, mas também em função de ambas as substâncias serem metabolizadas pelas mesmas enzimas hepáticas, o que retarda sua metabolização.

Portanto, enganam-se aqueles que consideram o cheirinho da loló uma droga com poucos riscos em razão de ela não provocar dependência tão frequentemente quanto outras substâncias. Os inalantes voláteis, de forma geral, são substâncias depressoras do sistema nervoso central e, como tal, podem levar ao coma e a morte.

Quer saber mais sobre o assunto ou compartilhar alguma experiência, escreva nos comentários abaixo!

Para saber mais do nosso serviço, clique aqui!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s