Fundo do poço: é necessário chegar?

É certo afirmarmos que o dependente químico precisa chegar ao fundo do poço para se conscientizar que tem um problema e que precisa de ajuda? Afirmações dessa natureza estão difundidas em nosso meio social e frequentemente encontramos defensores dessas ideias. Porém, ao questionarmos o embasamento dessas alegações, percebemos que elas estão normalmente enraizadas na falta de conhecimento e em uma visão preconceituosa do assunto.

Coisas que acontecem antes deles procurarem ajuda…

Você já se perguntou sobre estar exagerando em relação a algum hábito? Oscilou entre a resignação e a dúvida sobre a mudança? Foi acusado de resistente ou de algum outro rótulo? Teve medo ou preguiça de procurar ajuda profissional? Leia e entenda um pouco mais sobre coisas que acontecem antes de pessoas com problemas com álcool ou drogas procurarem ajuda!

O gênero em silêncio: o álcool e o “papel de homem”

Em nossa cultura o consumo de álcool funciona como um rito de passagem para a vida adulta e construção da identidade. Existe um incentivo social muito grande a partir da adolescência para que se inicie o consumo de álcool. E, desde esse primeiro momento, o incentivo não é para um consumo moderado. Entre os homens, é quase uma competição. E, em relação ao “tornar-se homem”, aquele que não bebe está falhando nesse teste.

BoJack Horseman – Excessos, culpa e recaídas

Descrito de foram breve, BoJack Horseman é um desenho para adultos que se passa em um mundo onde seres humanos e híbridos de vários animais convivem normalmente. BoJack Horseman é um astro de Hollywood que está há muito tempo longe das telas e busca se reencontrar com a fama. Este é o pano de fundo no qual a história de BoJack se desenrola. A animação não visa passar lição de moral, é uma sátira sobre o modo de vida de uma sociedade de estrelas de cinema e milionários. Entretanto, um padrão que se repete ao longo das temporadas é a relação de BoJack com a bebida, as drogas e seus problemas pessoais.

“Eu quero sempre mais…” O aumento da tolerância às drogas

A tolerância a que nos referimos no título não é sinônimo de aceitação, aprovação ou condescendência. Para a medicina, a definição de tolerância é “quando uma dose acentuadamente maior da substância é necessária para obter o efeito desejado ou quando um efeito acentuadamente reduzido é obtido após o consumo da dose habitual”.

Sabe o que é maconha?

Maconha, baseado, erva, bagulho, vela, Maria Joana, skunk, hemp, chá são alguns nomes para a mistura de brotos, flores e folhas da planta Cannabis Sativa bastante conhecida e centro de várias polêmicas nos dias atuais. A liberação da maconha é discutida por todos e divide opiniões em vários estratos sociais. Nossa intenção neste post é fornecer uma caracterização desta substância e de seus efeitos mais imediatos (...)

Por que a sobriedade pode gerar crises nos relacionamentos?

Em um primeiro momento essa pergunta pode causar bastante estranheza, visto que, na perspectiva mais comum, o processo de abstinência tende a gerar também melhorias significativas nos relacionamentos daqueles que se esforçam para ficar “limpos”. E isso também é verdade. Porém, há relacionamentos específicos que podem sofrer duros impactos no período em que o usuário para de usar drogas.

“Foi sem querer querendo”: Decisões Aparentemente Irrelevantes na DQ

"Decisões aparentemente irrelevantes” podem se assemelhar a decisões ingênuas, mas culminarem em um processo de recaída. Sentir saudade daquele amigo que sempre estava presente no momento de uso da droga, passear por uma zona boêmia da cidade, guardar parafernália de uso, ter bebida em estoque para o caso de alguma visita chegar (...)